terça-feira, 21 de abril de 2015

Amor de Guarda-Chuva

“Eu estou com vocês todos os dias." Mateus 28:20


Quando você compra um guarda-chuva escolhe o melhor modelo e o leva para casa, mas só se lembra dele quando está chovendo. Se para de chover, você logo encosta seu guarda-chuva em algum canto e se esquece dele.

Mas Deus não é um guarda-chuva. Nosso relacionamento com Ele não deve ser como o que nós temos com um guarda-chuva. Deus deve participar sempre de nossa vida; não devemos lembrar dEle apenas quando estamos em apuros.

Você quer ter um amigo que só o procure quando precisa de você? E, quando não precisa, nem se lembra de que você existe? Ninguém quer. Lembre-se disso e convide Deus para fazer parte de cada segundo de sua vida, começando agora mesmo.

Conversinha com Deus

Querido Deus, eu O convido para estar comigo cada segundo hoje, e amanhã, e depois de amanhã, e todos os dias da minha vida. Amém!

Fonte: Jesus nos ama.

domingo, 19 de abril de 2015

Que mudança!

“Quem está unido em Cristo é uma nova pessoa.” 2 Coríntios 5:17 


Você sabe como nasce uma borboleta?

Uma lagarta encontra um lugar seguro e fica parada ali. Aos poucos, ela é coberta por uma casca chamada casulo. O bichinho fica muitos dias ali. Até que aquela casca começa a rachar e, de dentro dela, sai um bichinho transformado. O que foi lagarta vira borboleta, com lindas e coloridas asas. Que mudança!

Quem tem Jesus no coração também passa por uma transformação. Se era nervoso, fica mais calmo. Se era egoísta, começa a pensar também nos outros. Se era briguento, se torna mais amigável. Que mudança!

Convide Jesus para morar em seu coração e experimente essa mudança fantástica!

Conversinha com Deus

Meu Deus, obrigado por Seu amor, que me transforma numa pessoa melhor. Amém!


Fonte: Jesus nos ama

sábado, 18 de abril de 2015

O nome de Jesus

“E tudo o que vocês pedirem em Meu nome Eu farei.” João 14:13


Há pessoas que acham que o nome de Jesus é uma formula mágica. Pensam que é a garantia de que as orações serão atendidas. Basta que ele seja dito e... PLIM... todos os seus desejos se realizarão. Bem, isso é o que elas pensam, mas a verdade é que Jesus empresta o poder de Seu nome quando falamos com Deus em oração. Há muito poder no nome de Jesus para realizar qualquer desejo, mas ninguém vai, em nome de Jesus, pedir algo que Ele próprio não pediria, não é mesmo?

Nossas orações devem estar de acordo com as lições que aprendemos da vida de Jesus. Ele é nosso maior e melhor exemplo. Enquanto esteve na Terra, Jesus amou as pessoas, perdoou-as, preocupou-Se com elas. Tente se lembrar se suas últimas orações tiveram a ver com isso.

Conversinha com Deus

Senhor, sei que o nome de Jesus é poderoso. Ajude-me a usá-lo corretamente. Amém!

Fonte: Jesus nos ama.

domingo, 1 de março de 2015

Leitura Orante




Fonte: Internet

Leitura Orante


Explicação

A leitura orante da Bíblia, ou LECTIO DIVINA, é um alimento necessário para a nossa vida espiritual. A partir desta oração, conscientes do plano de Deus e sua vontade, podemos produzir os frutos espirituais em nossa vida.
A LECTIO DIVINA é deixar-se envolver pelo plano amoroso e libertador de Deus. Santa Teresinha do Menino Jesus dizia, em seu período de aridez espiritual, que quando os livros espirituais não lhe diziam mais nada, ela buscava no Evangelho o alimento da sua alma.


Como fazer a LECTIO DIVINA?

A LECTIO DIVINA tradicionalmente é uma oração individual, porém, podemos fazê-la em grupos. O importante é rezar com a Palavra de Deus lembrando o que dizem os bispos católicos no Concílio Vaticano II, relembrando a mais antiga tradição católica, que conhecer a Sagrada Escritura é conhecer o próprio Cristo. Os monges diziam que a LECTIO DIVINA é a escada espiritual dos monges, mas é também a de todo cristão!


Quais os passos da LECTIO DIVINA?

1) Oração inicial: Comece invocando o Espírito Santo, que nos faz conhecer e querer fazer a vontade de Deus. Reze, por exemplo, com a seguinte oração:
«Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. - Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado; e renovareis a face da terra. Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com as luzes do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo Senhor nosso. Amém.»

2) Leitura da Palavra de Deus: Leia, com calma e atenção, um pequeno trecho da Bíblia (aconselhamos que nas primeiras vezes utilize-se os textos dos Evangelhos, por serem mais familiares a todos). Se for preciso, leia o texto quantas vezes forem necessárias.
Procure identificar as coisas importantes deste trecho da Bíblia: o ambiente, os personagens, os diálogos, as imagens usadas, as ações. Você conhece algum outro trecho que seja parecido com este que leu? É importante que você identifique tudo isto com calma e atenção, como se estivesse vendo a cena. É um momento para conhecer e reconhecer a Boa Notícia que este trecho nos traz!

3) Meditar a Palavra de Deus: É o momento de descobrir os valores e as mensagens espirituais da Palavra de Deus: é hora de saborear a Palavra de Deus e não apenas estudá-la. Você, diante de Deus, deve confrontar este trecho com a sua vida. Feche os olhos, isto pode ajudar. É preciso concentrar-se!

4) Rezar a Palavra de Deus: Toda boa meditação desemboca naturalmente na oração. É o momento de responder a Deus após havê-lo escutado. Esta oração é um momento muito pessoal que diz respeito apenas à pessoa e Deus. É um diálogo pessoal! Não se preocupe em preparar palavras, fale o que vai no coração depois da meditação: se for louvor, louve; se for pedido de perdão, peça perdão; se for necessidade de maior clareza, peça a luz divina; se for cansaço e aridez, peça os dons da fé e esperança. Enfim, os momentos anteriores, se feitos com atenção e vontade, determinarão esta oração da qual nasce o compromisso de estar com Deus e fazer a sua vontade.

5) Contemplar a Palavra: Desta etapa a pessoa não é dona. É um momento que pertence a Deus e sua presença misteriosa, sim, mas sempre presença. É um momento no qual se permanece em silêncio diante de Deus. Se ele o conduzirá à contemplação, louvado seja Deus! Se ele lhe dará apenas a tranqüilidade de uns momentos de paz e silêncio, louvado seja Deus! Se para você será um momento de esforço para ficar na presença de Deus, louvado seja Deus!

6) Conservar a Palavra de Deus na vida: Leve a Palavra de Deus e o fruto desta oração para a sua vida. Produza os frutos da Palavra de Deus semeada no seu coração, frutos como: paz, sorriso, decisão, caridade, bondade, etc... Não se preocupe se alguma coisa não for bem, um dos frutos da Palavra de Deus é a noção do erro e a conversão pela sua misericórdia. O importante é que a semente da Palavra de Deus produza frutos, se 30, 60 ou 100 por um... o importante é que produza, e que o Povo de Deus possa ser alimentado pelos testemunhos de fé, esperança e amor na vivência de um cristianismo sincero.
Termine com a oração do Pai Nosso, consciente de querer viver a mensagem do Reino de Deus e fazer a sua vontade.

Fonte: Católico Orante